Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

Dez câmaras do distrito vão constituir empresa de distribuição de águas

Dez dos 15 concelhos do distrito de Portalegre vão constituir uma empresa para gerir a distribuição de águas de abastecimento público e recolha de efluentes, divulgou a Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA).

Numa nota publicada na sua página da Internet, a CIMAA explica que a constituição da Empresa Intermunicipal de Águas do Alto Alentejo "aguarda parecer" da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR).

Alter do Chão, Arronches, Castelo de Vide, Crato, Fronteira, Gavião, Marvão, Nisa, Ponte de Sor e Sousel são os concelhos envolvidos no projecto, que conta com capitais 100% municipais.

Fonte da CIMAA explicou que os municípios de Avis, Monforte e Portalegre não integram a empresa por "opção política", ao passo que Elvas e Campo Maior também ficaram de fora por terem concessionada a água em baixa.

Na nota, a CIMAA explica que no primeiro trimestre deste ano foram submetidas "32 candidaturas" ao Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos (POSEUR) para entidades gestoras agregadas, com as intervenções nos subsistemas de abastecimento de água e águas residuais, conforme o plano de investimentos aprovado para o processo de constituição da empresa, totalizando um investimento elegível de 12,4 milhões de euros.

"Estas candidaturas têm sido objecto de vários pedidos de esclarecimento e audiências prévias pelo POSEUR, que foram respondidos pelos municípios, através do município de Ponte de Sor enquanto líder da agregação", lê-se na nota.

A CIMAA adianta ainda que em Maio foi submetida uma outra candidatura intermunicipal para o controlo e redução de perdas nos sistemas de distribuição e adução de água em baixa, com um investimento elegível superior a 1,9 milhões de euros.

"Actualmente os municípios aguardam a aprovação das candidaturas assim como a emissão do parecer da ERSAR necessário para o visto do Tribunal de Contas, documento indispensável à constituição formal da empresa", lê-se na nota.

EUROMILHÕES: 190 milhões de euros no sorteio desta sexta-feira

O concurso do Euromilhões da próxima sexta-feira, dia 4 de Outubro, vai ter um "jackpot" extraordinário de 190 milhões de euros, uma vez que nenhum apostador acertou na terça-feira, dia 1 de Outubro, na chave vencedora, anunciou o Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

O segundo prémio, de 2.287.582,96 euros, vai para sete apostadores no estrangeiro, enquanto o terceiro prémio, de 43.272,24 euros, vai contemplar 11 jogadores, um deles em Portugal.

O quarto prémio, de 3.474,97 euros, vai ser entregue a 67 apostadores, seis dos quais em Portugal.

A chave vencedora do concurso 079/2019 do Euromilhões, sorteada esta terça-feira, é composta pelos números 2, 11, 18, 40, 46 e pelas estrelas 1 e 4.

Homem morre atropelado em Borba

Um homem morreu na segunda-feira, dia 30 de Setembro, à noite perto de Borba, após ter sido atropelado por um camião, disseram fontes da Guarda Nacional Republicana (GNR) e da Protecção Civil.

A fonte da GNR adiantou que "devido ao estado em que ficou o corpo, não se consegue apurar a idade aproximada da vítima, que não trazia documentação".

O atropelamento ocorreu na Estrada Nacional 4, "na segunda entrada para Borba, no sentido Estremoz-Elvas", tendo o óbito sido declarado no local. O corpo do homem foi encaminhado para o serviço de Medicina Legal do hospital de Évora.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora disse que o alerta foi dado às 21.48 horas de segunda-feira, tendo sido mobilizados para o local operacionais e veículos dos Bombeiros Voluntários de Borba e uma viatura de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Estremoz, além da GNR.

Faixa publicitária

ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´